Header Ads


BOM JARDIM: POR FALTA DE PAGAMENTO CONSELHO TUTELAR ENTRARÁ EM GREVE POR TEMPO INDETERMINADO




O prédio onde funciona o Conselho Tutelar de Bom Jardim esta com os dias contados, com suas paredes rachadas e sua instalação elétrica com problemas, entrando em circuito a todo o momento, não resta outra opção aos Conselheiros a não ser abandonar seu local de trabalho.
Mas engana-se quem pensa que só existe esse problema enfrentado por eles, como se isso tudo não bastasse, o Prefeito Drº Francisco (PSDB) vem fazendo pouco caso com a situação.

A única sala que está em condições de funcionamento é a sala de atendimento ás denuncias, mas esta servindo de espaço para expediente dos conselheiros, pois a outra que servia para eles está comprometida e ainda esta com o ar-condicionado queimado. Em dia de chuva o prédio fica alagado e o risco é grande de acontecer um curto circuito, pois a instalação elétrica esta comprometida e precisa urgente de uma manutenção e o prédio de uma reforma emergencial.



A coisa esta mesma feia por lá, até agora nunca viram a cor do pagamento, os cincos Conselheiros, os quatros vigias e a OSG, todos estão sem salários e sem o 1/3 (um terço) de férias e o 13º (décimo terceiro).
Outra preocupação dos Conselheiros é com os veículos que segundo eles estão precisando de revisão, para ser ter uma ideia o único carro que eles têm para fazer o atendimento das denuncias está a 15 dias parado com problemas na oficina e eles não tem recurso para mandar concertar, a moto está precisando de concerto, mas quando eles tentam falar com o Prefeito Drº Francisco (PSDB) sobre o assunto nunca são levados a sério.

O prédio que era para esta funcionando o instituto SER CRIANÇA, esta servindo de espaço para a secretaria de Educação, sendo assim os Conselheiros não tem lugar para continuar os trabalhos.
Na quinta-feira, dia 09 de fevereiro o Conselho Tutelar enviou um oficio ao Ministério Público informando que estará entrando em greve por tempo indeterminado, o motivo é a falta de pagamento salarial e as mínimas condições de trabalho.















 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.