Header Ads


MONITOR DO PRESÍDIO DE SANTA INÊS FOI PRESO QUANDO TENTAVA ENTRAR LÁ COM CELULARES NA CUECA.

Antônio Carlos Sousa, auxiliar de segurança penitenciária, trabalhava no presídio há 1 ano e 8 meses. Ele foi preso ontem, sexta-feira (04), pela manhã, quando se apresentou para trabalhar, na hora da revista que é feita em todos que trabalham no presídio de Santa Inês, que na verdade é um centro de ressocialização. Ele teria se recusado a permitir a revista, e ao insistirem, seus colegas encontraram com Antonio Carlos dois aparelhos de telefone celular, dois carregadores para celular é uma quantia em dinheiro no valor de 758.00 reais. Tudo isso estaria na cueca do auxiliar de segurança que recebeu ali mesmo voz de prisão.


Segundo o relato da mulher de um preso que se encontra custodiado ali que não quer se identificar, na tarde de quinta-feira o auxiliar penitenciário Antônio Carlos procurou a família de um preso, cobrando uma quantia de 700 reais para entrar no presídio com um celular e um carregador. Por coincidência, com o auxiliar penitenciário foram encontrados na manhã de ontem, dois aparelhos de celular e dois carregadores, além da quantia em dinheiro 758.00, provavelmente, é de se supor, que o dinheiro era do “pagamento”  que ele teria recebido para levar até o, ou os, preso (s) previamente acertado, os dois aparelhos celulares. 

No momento em que foram localizados os celulares com Antonio Carlos, de imediato foi chamado o diretor do presídio Carlos Marques, que diante do flagrante, encaminhou para a Delegacia Regional o infrator aonde o mesmo se encontra preso, e à disposição da Justiça.





Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.